Técnica Semi-fixa

Esta técnica contempla a colocação de 3 implantes por maxilar, que são distribuídos de acordo com a disponibilidade óssea dos pacientes e por forma a fazer um triângulo. Nos implantes aparafusam-se umas peças (Locators®) que são os encaixes macho para os encaixes fêmeas que são colocados na estrutura protética, segurando assim a estrutura dentária. Uma das grandes vantagens desta reabilitação relativamente às tradicionais próteses acrílicas é que no caso da estrutura dentária superior não têm acrílico a cobrir o céu da boca.

Esta solução necessita que tenha de remover as estruturas fixas aos implantes para efectuar a sua higiene oral diária.

Está especialmente indicada para pacientes que são desdentados totais e têm dificuldade em segurar as próteses acrílicas tradicionais devido à perda acentuada de osso e gengiva, ou para pacientes que procuram uma solução melhor que uma simples prótese acrílica, mas que por diversas razões não podem fazer a solução Técnica Dentes em 1 Dia.

Perguntas & respostas

Quantos implantes são necessários para esta técnica?

Esta técnica necessita de 3 ou 4 implantes, de acordo com a distribuição do osso remanescente do paciente.

Qual a vantagem deste sistema?

Permite fazer uma retenção das estruturas mais eficaz, dando segurança ao falar, ao rir, ao comer, quando comparadas com a utilização de próteses totais.

A sua principal indicação é para pacientes que já utilizam próteses, mas que têm dificuldade de retenção.

Qual a manutenção deste sistema?

De 6 em 6 meses, há que efectuar a troca dos retentores das estruturas que sofrem um desgaste diário permanente. Para os pacientes de fora de Lisboa/Portugal, se não conseguem vir de 6 em 6 meses, poderá ser uma visita anual, apesar de que a indicação para o funcionamento a 100% do sistema seja a troca semestral dos retentores das estruturas.

Artigos Recentes